Comida japonesa engorda?

A culinária japonesa é vista como sendo saudável e é cultuada por milhares de pessoas. Mas será mesmo que a comida japonesa faz bem?

Primeiro, vejamos alguns dos principais ingredientes dos pratos da culinária japonesa:

- Salmão (100g): 116kcal/ 19,9g proteinas/ 0g carboidratos/ 3,6g gordura.

- Atum (100g): 144kcal/ 23,3g prot/ 0g carb/ 4,9g gord.

- Queijo de soja (100g): 73kcal/ 8,1g prot/ 0,7g carb/ 4,2g gord.

- Soja cozida (100g): 173kcal/ 16,6g gord/ 9,9g carb/ 9g gord.

 

Agora vamos aos pratos:

- Sushi (2 unidades): Salmão - 85,54kcal; Atum - 47,56kcal; Camarão - 70,4kcal; Skin - 54,48kcal

- Sashimi (5 unidades): Salmão - 126,6kcal; Atum - 87,60kcal; Tilápia 36,9kcal

- Temaki: Salmão - 198,98kcal; Atum - 157,48kcal; Camarão: 190,46kcal; Kani - 107,41kcal; Califórnia - 113,11kcal

- Uramaki (8 unidades): Califórnia - 203,74kcal; Skin - 200,1kcal; Atum 239,15kcal.

- Guioza (6 unid): 413,23kcal

- Yakissoba: 819,83kcal

- Tempurá: 703,01kcal

- Shimeji: 119,1kcal

- Missoshiru: 71,98kcal

 

Como todo alimento, a comida japonesa engorda. Vai depender da quantidade de alimento que você irá ingerir. Mas fique atento! Segundo pesquisadores da USP, a maioria das preparações da culinária japonesa possui alta concentração de sódio e açúcar. O Sódio em excesso causa retenção hídrica. Outra desvantagem da culinária japonesa é a deficiência em ferro, encontrado nas carnes vermelhas. E muito cuidado com o molho Shoyu em excesso, que contém substâncias que podem desencadear doenças como os males de Parkinson e Alzheimer.

 

A dica é não comer em excesso e não comer comida japonesa todos os dias. Mas um dia ou outro não faz mal a ninguém! E o mais importante: faça atividade física, assim as calorias que você ingerir na comida serão utilizadas e você não irá estocar tanta gordura.

Abraço!

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!